“Novo filho” de Gugu quer sobrenome e herança do ex-apresentador

0
155

O suposto filho de Gugu Liberato, Ricardo Rocha, de 48 anos, declarou que se arrepende de não ter procurado o apresentador em vida para falar sobre a suposta paternidade. De acordo com o portal Extra, em entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, do “Domingo espetacular”, ele contou que só soube da possibilidade de Gugu ser o seu pai quando tinha 10 anos de idade, através da própria mãe.

“A princípio não acreditei, mas ela nunca teve dúvida de que ele era o meu pai. A minha mãe nunca quis ou pensou procurá-lo, mas sempre me cobrou por não ter feito isso”, confessou, completando que apenas em 2017 criou coragem para procurar o apresentador.

Ele também afirmou ter direito à herança de Gugu, avaliada em R$ 1 bilhão, caso o exame de DNA comprove a paternidade.

“Quero ter o sobrenome Liberato na minha certidão. Não tenho como negar que não penso no dinheiro da herança. Se o DNA comprovar, tenho direito a uma parte, assim como os outros filhos”, disse. “Nunca tive o objetivo de me dar bem materialmente. Meu objetivo é poder fazer o exame. Eu tenho os traços dele”, completou, contando o que pensa em fazer com o dinheiro:

“Vai ser usado para ajudar muitas pessoas, as mais necessitadas, menos favorecidas. (…) “Tinha medo de me expor. Está cada vez mais perto de descobrir a verdade. Eu vou até o fim. Eu sinto que ele é meu pai”.

No novo capítulo da divisão da herança de Gugu Liberato, um novo integrante pode mudar os rumos do testamento. Ricardo Rocha, de 48 anos, se diz filho do apresentador e conseguiu um pedido na Justiça para que seja feito um exame de DNA com os herdeiros ou exumação do corpo do artista, que morreu em 2019.

“Espero que todos aceitem, porque fica mais fácil para a família e para mim. A única coisa que quero no momento é o que já está sendo noticiado. Eu entrei com o processo para fazer exame de paternidade e ser reconhecido. Mais coisas não posso falar, envolve terceiros. É complicado”, disse o comerciante à coluna de Mônica Bergamo.

Comerciante, ele é dono de uma concessionária de automóveis de alto padrão, localizada em Pirituba, na Zona Norte de São Paulo. Na loja, os funcionários resumiram apenas que o proprietário “estava viajando”.

O último registro de Ricardo no Instagram foi justamente o de um avião sobrevoando Teresina. Mas foi feito no início de maio. Na legenda, está escrito apenas “chegamos”, e no áudio é possível ouvir uma reflexão sobre o tempo que se gasta saúde para conseguir dinheiro e o tempo que se gasta o dinheiro para recuperar a saúde.

Via Varela Net

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.