seg, 17 junho 2024
InícioÁgua Preta-PEEmpresa teria pago passagens aéreas internacionais em classe executiva para o prefeito...

Empresa teria pago passagens aéreas internacionais em classe executiva para o prefeito e sua esposa, diz PF

Deflagrada na manhã desta terça-feira (23), a Operação Dilúvio mira a suposta contratação irregular de uma empresa para prestação de serviços de manutenção corretiva e preventiva de veículos da frota de um município da Mata Sul de Pernambuco.

Informações extraoficiais indicam que um dos investigados é o prefeito Noé Magalhães, da cidade de Água Preta. Ele teria “relações pessoais estreitas” com o verdadeiro proprietário da empresa contratada, segundo informou a Polícia Fedederal (PF).

De acordo com as investigações, a empresa contratada fica em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, a 110 quilômetros de distância de Água Preta. A distância chamou atenção dos órgãos de fiscalização, já que há várias outras empresas na região atuando no mesmo ramo.

A PF, com apoio da Receita Federal e da Controladoria-Geral da União (CGU) cumpre, nesta terça-feira, 27 mandados de busca e apreensão domiciliar.

Os crimes investigados são:
– corrupção;
– desvio de recursos públicos;
– fraudes em licitação;
– lavagem de dinheiro;
– agiotagem;
– entre outros.

Os crimes são atribuídos a agentes públicos, servidores, empresários e particulares.

Foto DivulgaçãoPF

“Até o presente momento, a relação contratual permanece vigente, não obstante os evidentes indícios de superfaturamento. Ademais, durante a execução do contrato, restou comprovado que o fornecedor custeou despesas com passagens aéreas internacionais em classe executiva para o prefeito e sua esposa, a qual ocupa o cargo de secretária municipal, o que caracteriza, em tese, o crime de corrupção”, explicou a corporação.

A investigação também coletou evidências de utilização de diversas contas de “laranjas”, empresas fantasmas e de postos de gasolina para movimentar o dinheiro desviado dos cofres públicos. O dinheiro também foi decorrente “de possível prática de agiotagem por parte do prefeito”, acrescentou a PF.

Além de Água Preta, os mandados são cumpridos nos seguintes municípios: Cabo de Santo Agostinho, Catende, Gravatá, Jaboatão dos Guararapes, Palmares, Paulista, Recife e Tamandaré, locais da residências dos suspeitos.

As penas máximas estimadas para os crimes investigados, somadas, podem ultrapassar 40 anos de reclusão.

Por Portal PE 10

Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
nuvens dispersas
22.5 ° C
22.5 °
22.5 °
73 %
5kmh
42 %
seg
30 °
ter
28 °
qua
31 °
qui
30 °
sex
28 °

Mais Lidas