sex, 21 junho 2024
InícioCarnaval 2024Artesãs de Petrolândia e Tacaratu Imprimem Sua Marca na Escultura do Galo...

Artesãs de Petrolândia e Tacaratu Imprimem Sua Marca na Escultura do Galo da Madrugada 2024, Representando a Busca pela Paz no Carnaval do Recife. VEJA VÍDEO!

REPORTAGEM RETIFICADA ÁS 20:51MIN, 30/01/2024.

As talentosas artesãs Fátima Belém, presidente da Associação Café com Arte de Petrolândia, e Bárbara Pankararu, cocriadora da Associação de Mulheres Indígenas Guerreiras Pankararu de Tacaratu, participaram da confecção da escultura do Galo da Madrugada no Recife. (LEMBRANDO QUE FÁTIMA BELÉM PARTICIPOU APENAS DA CONFECÇÃO DE UMA DAS PENAS DO GALO A CONVITE DO ARTISTA PLÁSTICO LEOPOLDO NÓBREGA).

O renomado artista plástico Leopoldo Nóbrega, responsável pelo projeto do Galo da Madrugada 2024, congratula-se com a participação fundamental do artista plástico da consultoria, que há 3 anos contribui para o Pólo Têxtil, contando apoio da Prefeitura Municipal. Este ano, o foco está totalmente voltado para a COOPERTEXTIL, e a inserção do macramê na varanda é uma manifestação artística notável.

A varanda, decorada com macramê, é uma iniciativa do artista plástico, tornando-se uma peça fundamental na composição da escultura do Galo Gigante da Paz. Barbara, em uma representação simbólica e respeitosa, abençoou o projeto com o presente do cocar, dançou o toré em homenagem ao galo e expressou a ancestralidade dos povos indígenas como um grito de resistência e paz global.

O Galo da Madrugada 2024, concebido por Leopoldo Nóbrega, adota o tema “Galo Gigante da Paz”, tornando-se um símbolo emblemático do Carnaval do Recife e de Pernambuco. O projeto é uma homenagem a figuras ilustres, incluindo Dom Hélder Câmara, Cacique Raoni, Madre Teresa de Calcutá e Martin Luther King, além de marcar os 79 anos da Organização das Nações Unidas (ONU) em sua missão de paz global.

As talentosas artesãs da Cooperativa Coopertextil, representando o Pólo Têxtil do Distrito de Caraibeiras em Tacaratu-PE, foram convidadas a contribuir para a escultura, utilizando a técnica delicada do macramê nas varandas das redes, símbolos do município, e aplicando os tons representativos de cada continente: amarelo (Ásia), preto (África), vermelho (América), azul (Europa) e verde (Oceania).

As penas do rabo do galo trazem a palavra “Paz” escrita em 16 idiomas diferentes, simbolizando a diversidade linguística e cultural. A mensagem de paz, inclusão, harmonia, arte e sustentabilidade também presta homenagem aos índios Pankararus, destacando o respeito aos povos originários do Brasil.

A escultura do Galo Gigante será predominantemente branca, incorporando elementos de renda confeccionados em eletrodutos e amarrações com material de garrafas PET. A crista do galo apresenta tons de branco e prata, simbolizando respeito e inclusão. A base da escultura aborda temas como paz, combate ao preconceito, violência de gênero e racismo.

A obra, com 8 toneladas e 28 metros de altura, reforça seu compromisso com a sustentabilidade, utilizando práticas de upcycling, onde mais de 90% do material é proveniente de descartes e reaproveitamento de resíduos tecnológicos, como lonas publicitárias, CDs e DVDs.

A cocriação das artesãs de Petrolândia e Tacaratu enriquece a diversidade e representatividade desta obra monumental, que será exibida na Ponte Duarte Coelho durante o Carnaval do Recife, transmitindo mensagens de esperança, gentileza e paz para todos os foliões.

Sob o tema “Galo Gigante da Paz”, a alegoria busca transmitir mensagens de gentileza, ancestralidade, sustentabilidade e inclusão, tornando-se um símbolo divino da esperança de paz para a atualidade.

O renomado artista plástico Leopoldo Nóbrega, responsável pelo projeto, destacou a inspiração por temas como gentileza, ancestralidade e sustentabilidade. Além disso, a obra homenageia figuras que dedicaram suas vidas à paz global, incluindo Dom Hélder Câmara, Cacique Raoni, Madre Teresa de Calcutá e Martin Luther King. A escultura também marca os 79 anos da Organização das Nações Unidas (ONU) em sua missão de promover a paz mundial.

A escultura do Galo Gigante será predominantemente branca, incorporando cinco tons representando cada continente: amarelo (Ásia), preto (África), vermelho (América), azul (Europa) e verde (Oceania). As penas do rabo do galo apresentarão a palavra “Paz” escrita em 16 idiomas diferentes.

Destaque para a crista do Galo, que, pela primeira vez, traz os tons branco e prata, simbolizando o respeito e a inclusão no Carnaval. A base da escultura terá grafites focados em paz, combatendo preconceitos, violência de gênero e racismo. Mensagens alusivas à paz e harmonia serão exibidas no chão, promovendo um Carnaval de reflexão e democracia.

O corpo do galo receberá uma releitura de renascença cenográfica, utilizando rendas confeccionadas em eletrodutos (conduítes) e amarrações com material de garrafas PET. O destaque vai para as “varandas”, apliques em tecido com técnica de macramê, realizados pelas artesãs da Cooperativa Coopertextil de Caraibeiras, terra dos Pankararus.

A obra, pesando oito toneladas e com 28 metros de altura, reforça seu compromisso com a sustentabilidade, adotando práticas de upcycling. Mais de 90% do material usado na escultura é proveniente de descartes e reaproveitamento de resíduos tecnológicos, como lonas publicitárias e CDs/DVDs.

O artesanato de Tacaratu enriquece ainda mais a diversidade e representatividade desta obra monumental, que será exibida na Ponte Duarte Coelho durante o Carnaval do Recife.

VEJA O VÍDEO:

Por Redação | Informações: JC/Vídeo: NE 2ª EDIÇÃO

Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
nuvens dispersas
19.1 ° C
19.1 °
19.1 °
97 %
2.8kmh
46 %
sex
29 °
sáb
29 °
dom
29 °
seg
31 °
ter
26 °

Mais Lidas