sáb, 25 maio 2024
InícioDestaquesPernambuco identifica número de queda da incidência de dengue no Estado

Pernambuco identifica número de queda da incidência de dengue no Estado

A Secretaria de Saúde de Pernambuco identificou uma redução de 89,9% na entrada de novos casos de dengue nas últimas cinco semanas no mais recente boletim epidemiológico, que aponta 278,7 casos prováveis a cada 100 mil habitantes – a condição de alta incidência é quando a taxa supera 300 casos prováveis a cada 100 mil habitantes.

O período sazonal de Arboviroses ocorre, normalmente, entre março e julho, mas os especialistas da pasta já vislumbram a sustentabilidade da queda da dengue em Pernambuco neste mês de maio.

No Estado, já foram divulgados 19 boletins epidemiológicos que apresentam o mapeamento e as investigações dos casos no Estado e a última semana epidemiológica Nº 19, entre 31/12/23 e 11/05/2024, já se identificou sustentabilidade da queda dos números de dengue sem atingir uma condição de alta incidência.

Até a semana epidemiológica 19, foram registradas quatro mortes por dengue no estado. A última, foi registrada no boletim Nº 19, de um homem, 79 anos, residente de Moreno. O óbito ocorreu em 05/04 e o paciente tinha outras comorbidades.

Projeção de sustentabilidade

Os dados recentes consolidam a projeção de uma linha sustentável de redução da entrada de novos casos das arboviroses no Estado e apontam para o fim do período de sazonalidade nas próximas semanas.

“Pernambuco já se encontra em tendência de queda em relação aos casos de dengue no Estado. Esse cenário também se deve às medidas prévias que tomamos com o plano de contingência lançado em novembro, formação do manejo clínico para dengue e dia D de arboviroses nas escolas onde foram alcançadas mais de um milhão de pessoas com ações educativas, além das ações de parceria próxima com os municípios no combate ao mosquito e a estruturação capilarizada da vigilância e da assistência à saúde”, explica a secretária de saúde, Zilda Cavalcanti.

A alta dos casos ocorreu na semana epidemiológica 11, quando mais de 3000 casos prováveis, que é a soma de casos confirmados + casos em investigação, foram registrados em relação à semana 10. Nesta semana (SE 19), foram registrados 268 novos casos prováveis se comparado à semana anterior.

“Nos prevenimos anteriormente para preparar a população para um possível surto”, destaca o diretor geral de Vigilância Ambiental, Eduardo Bezerra, com relação ao empenho prévio no combate às arboviroses e no reforço sobre os cuidados com o mosquito. “Preparamos as unidades e os profissionais em todas as macrorregiões, e esperamos um declínio ainda maior nos casos para realmente se constituir o final do período sazonal. Não esquecendo de que para nos manter firmes no combate ao mosquito, a população é crucial nesse enfrentamento”, destaca Eduardo Bezerra.

Enfrentamento

A queda nos números de casos foi viabilizada por uma série de ações realizadas pelos municípios e pela SES-PE, tanto em nível central quanto nas GERES, visando ao combate no período de elevação das doenças. Iniciando ainda em 2023, o lançamento do Plano de enfrentamento às Arboviroses aconteceu em novembro, promovendo o monitoramento precoce e o acompanhamento de forma efetiva.

Dando seguimento nas ações, em fevereiro de 2024, foi instituído o Comitê de Enfrentamento das Arboviroses, composto por participantes técnicos da SES, além de representantes de entidades médicas e pesquisadores. Além disso, no mesmo mês, foi distribuído o fluxo de manejo clínico para os profissionais da rede estadual de saúde, seguido de atualização deste fluxo, no mês de março, por meio de capacitações em todas as regionais de saúde.

Via PE Notícias

Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
nublado
28.5 ° C
28.5 °
28.5 °
58 %
5.9kmh
100 %
sáb
30 °
dom
31 °
seg
30 °
ter
31 °
qua
33 °

Mais Lidas