dom, 3 março 2024
InícioBahiaLíderes indígenas baleados na Bahia: uma morte e feridos

Líderes indígenas baleados na Bahia: uma morte e feridos

Em um conflito recente ocorrido em Potiraguá, no extremo sul da Bahia, três indígenas da etnia Pataxó-hã-hã-hãe foram baleados durante um confronto com fazendeiros. O incidente ocorreu na tarde de domingo, 21 de janeiro, na área do território Caramuru.

De acordo com a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), entre os atingidos estava o cacique Nailton e sua irmã, Nega Pataxó, que foi assassinada. Além dos baleados, outras duas pessoas sofreram agressões, incluindo uma mulher que teve seu braço quebrado.

Relatos dos indígenas apontam que a área foi invadida por várias caminhonetes, e há alegações de que policiais militares da Bahia também efetuaram disparos contra os indígenas. Os fazendeiros estavam no local para tentar uma reintegração de posse da fazenda.

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) refutou a ocorrência de um confronto entre a Polícia Militar e os indígenas. Por outro lado, a SSP-BA reconheceu o embate entre indígenas e fazendeiros.

FacebookTwitterWhatsAppTelegramCompartilhar
Em um conflito recente ocorrido em Potiraguá, no extremo sul da Bahia, três indígenas da etnia Pataxó-hã-hã-hãe foram baleados durante um confronto com fazendeiros. O incidente ocorreu na tarde de domingo, 21 de janeiro, na área do território Caramuru.

De acordo com a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), entre os atingidos estava o cacique Nailton e sua irmã, Nega Pataxó, que foi assassinada. Além dos baleados, outras duas pessoas sofreram agressões, incluindo uma mulher que teve seu braço quebrado.

Relatos dos indígenas apontam que a área foi invadida por várias caminhonetes, e há alegações de que policiais militares da Bahia também efetuaram disparos contra os indígenas. Os fazendeiros estavam no local para tentar uma reintegração de posse da fazenda.

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) refutou a ocorrência de um confronto entre a Polícia Militar e os indígenas. Por outro lado, a SSP-BA reconheceu o embate entre indígenas e fazendeiros.

A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) confirmou que dois indígenas e um fazendeiro foram feridos, sendo todos encaminhados para o Hospital de Potiraguá. O cacique Nailton e o fazendeiro permanecem hospitalizados.

Durante a operação, a PM-BA apreendeu armas e munições com membros do grupo Invasão Zero, que se opõe à retomada dos territórios indígenas. A polícia também encontrou uma flecha e uma foice no local do confronto. Os fazendeiros detidos foram autuados por homicídio e tentativa de homicídio.

Como resposta ao incidente, a SSP reforçou o patrulhamento na região, e o caso continua sendo investigado pela Diretoria Regional de Polícia do Interior (Dirpin/Sudoeste-Sul).

O portal Metrópoles solicitou mais informações à Apib sobre a identidade da terceira liderança indígena afetada no ataque, mas até o momento desta publicação, não obteve resposta.

Via Portal ChicoSabeTudo

Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
nublado
32.9 ° C
32.9 °
32.9 °
44 %
4.9kmh
98 %
dom
33 °
seg
35 °
ter
34 °
qua
32 °
qui
32 °

Mais Lidas