dom, 21 abril 2024
InícioPolicialHomicídios voltam a cair e redução dos feminicídios chega a 40% em...

Homicídios voltam a cair e redução dos feminicídios chega a 40% em Pernambuco

Pernambuco terminou novembro de 2022 com redução tanto de homicídios quanto de roubos, estes últimos entrando no terceiro mês consecutivo de queda. Nesses 30 dias, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) diminuíram 9,2% e os Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) recuaram 4,5%. Assim, foram evitados 28 assassinatos e 194 assaltos, em comparação com as estatísticas criminais do mesmo mês de 2021. Os índices de crimes contra a mulher tiveram queda ainda mais expressiva no mês, com -40% nos feminicídios, -23,46% nos estupros e -6,3% nos assassinatos de mulheres. Durante o mês, as forças de segurança pública também conseguiram prender 124 acusados de cometer homicídios no Estado.

Em números absolutos, os CVLIs em Pernambuco caíram de 306, em novembro de 2021, para 278 no mesmo mês de 2022. O Recife foi a região com maior percentual de redução no Estado no mês, com -31,58%, ao sair de 57 vítimas (2021) para 39 (2022). Na sequência está a Região Metropolitana com -19,8%, pois baixou de 101 para 81 mortes. O Sertão reduziu os homicídios de 36 (2021) para 31 (2022), ou seja, -13,89%. A Zona da Mata teve um a menos, de 51 para 50, o que representa -1,96%. Por fim, o Agreste variou 26,23%, com 61 crimes em 2021 e 77 neste ano. Dos 185 municípios pernambucanos, 100 não tiveram nenhum CVLI em novembro. No acumulado de janeiro a novembro, o CVLI teve uma diferença de 1,4% no Estado, com 3.070 em 2021 e 3.114 em 2022.

“Terminamos 2021 com a menor taxa de homicídios já registrada em Pernambuco, de 33,8 por 100 mil habitantes, o que fez nosso trabalho em 2022 ser ainda mais desafiador. Faltando um mês para o fim de 2022, tudo caminha para reduzir novamente esse índice, com uma projeção de 33,5. Também há um prognóstico de alcançar o menor patamar de crimes patrimoniais da série histórica do Estado este ano. Não se trata de um resultado apenas das ações realizadas em 2022, mas sim de uma gestão focada no monitoramento constante das manchas criminais. Nos últimos anos, o Governo de Pernambuco investiu na contratação de policiais militares, civis, científicos e bombeiros militares; na modernização e ampliação de estruturas; e na intensificação do policiamento ostensivo e das operações de repressão qualificada, o que colaborou para que cerca de 20 mil vidas fossem poupadas desde o início do Pacto pela Vida, em 2007. A gestão por resultados, com o estabelecimento de metas e valorização profissional pelo cumprimento do planejamento traçado de forma conjunta, deixa um legado importante para a segurança pública de Pernambuco”, pontuou o secretário de Defesa Social do Estado, Humberto Freire.

FEMINICÍDIOS CAEM TAMBÉM NO ACUMULADO DO ANO – Os feminicídios caíram 40% no Estado em novembro deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado. Houve três vítimas, duas a menos do que no 11º mês de 2021. No total de janeiro a novembro, foram 63 mortes violentas motivadas por questões de gênero contra mulheres, o que representou -22,2% em relação a esse intervalo no ano anterior, quando houve 81 casos.

Constatou-se também uma baixa de 8,8% nos CVLIs com vítimas do sexo feminino em Pernambuco, considerando todas as motivações para esses crimes. Ocorreram 207 homicídios de mulheres entre janeiro e novembro deste ano, enquanto nesses 11 meses de 2021 foram 227. Isoladamente em novembro, a redução foi de 16 para 15 mortes violentas de mulheres, ou -6,3%.

MENOS ESTUPROS EM NOVEMBRO E NO ANO – As delegacias de Polícia Civil registraram -23,46% ocorrências pelo crime de estupro durante o mês de novembro. Ao todo, houve 186 vítimas, enquanto no penúltimo mês de 2021 tinham sido 243. Quando são analisados os dados dos 11 meses de 2022, a retração chegou a 2,84% em comparação com esse período do ano precedente, saindo de 2.433 para 2.364 casos.

Por sua vez, os casos de violência doméstica contra a mulher subiram 4,38% no acumulado do ano, tendo passado de 37.914 em 2021 para 39.573 em 2022. Somente em novembro, a variação chegou a 12,87%, pois o número de vítimas saiu de 3.372 para 3.806 de um ano para o outro.

ROUBOS RECUAM – O mês de novembro de 2022 alcançou uma redução de 4,5% nos crimes contra o patrimônio: foram 4.120 ocorrências, enquanto em novembro de 2021 haviam sido 4.314. Esse tipo de delito vem retraindo, em relação ao ano passado, desde setembro. O Sertão foi a região que apresentou a maior proporção de queda no mês passado: -19,56%, já que computou 218 ocorrências em 2022, e 271 em 2021. No período acumulado, a diferença no Estado chegou a -2,22%, caindo de 47.823 para 46.763. Sobressaiu a Região Metropolitana ao atingir -9,58% com 13.998 casos contabilizados em 2022, contra as 15.481 ocorrências de 2021.

NENHUM CRIME CONSUMADO CONTRA BANCOS – Pelo segundo mês consecutivo, não se consumou nenhuma investida criminosa contra instituições financeiras e carros-fortes em Pernambuco. O recuo no acumulado do ano foi de 45%, pois em 2022 houve seis ocorrências, cinco a menos em relação ao mesmo período de 2021. “Houve, nesta semana, uma tentativa frustrada de assalto, no bairro da Madalena, na capital. A atuação imediata da polícia resultou na prisão de suspeitos e desarticulação do grupo. Esse é o trabalho da Força-Tarefa Bancos, implantada pela SDS em 2017. De lá para cá, mudou essa realidade de investidas a agências, caixas e carros-fortes, que até então era algo cotidiano, especialmente no interior”, diz Humberto Freire.

CELULARES RECUPERADOS ULTRAPASSAM OS 10 MIL – Graças ao Programa Alerta Celular, da SDS, as polícias de Pernambuco recuperaram 10.512 celulares roubados entre janeiro e novembro de 2022. Desses, 1.081 aparelhos saíram das mãos de criminosos em novembro. Nesse mesmo mês, verificou-se uma redução de 17% nos roubos de celular, a maior retração percentual do ano: foram subtraídos 2.114 telefones, enquanto no penúltimo mês de 2021 foram 2.546. Desde janeiro até o mês passado, vítimas desse tipo de CVP comunicaram o roubo de 25.696 celulares, o que corresponde a -5,5% em relação aos 27.202 do período equivalente do ano passado.

TRANSPORTE COLETIVO MAIS SEGURO – No que se refere às investidas contra ônibus, os indicadores criminais revelam uma redução de 15,51% no acumulado do ano. Foram 414 ocorrências de janeiro a novembro de 2022, contra 490 queixas em 2021. Com o objetivo de reprimir essa modalidade de CVP, a Força-Tarefa Coletivos reúne as polícias Militar e Civil, o Grande Recife Consórcio de Transporte e empresas de transporte coletivo, que traçam estratégias de policiamento nos principais corredores viários. Assim, a segurança é otimizada, garantindo reforço operacional nos locais com maior índice de ocorrências. A população pode colaborar fazendo denúncias ao Whatsapp Coletivos, da SDS, pelo telefone (81) 99488-7091.

QUEDA DE 6,2% NOS ROUBOS DE CARGA – Os CVPs que visam cargas transportadas por Pernambuco caíram de 337 (janeiro a novembro de 2021) para 316 em 2022, uma diferença de -6,2%. A fim de traçar estratégias de inteligência no enfrentamento a esse tipo de roubo, a SDS mantém ativa a Força-Tarefa Cargas, com foco na repressão de quadrilhas especializadas.

Via Didi Galvão 

Blog Petrolândia Notícias
Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
nuvens quebradas
21.5 ° C
21.5 °
21.5 °
93 %
2kmh
62 %
dom
32 °
seg
31 °
ter
31 °
qua
33 °
qui
33 °

Mais Lidas