qua, 17 julho 2024
InícioPolíticaEm Pernambuco, oposição classifica Danilo Cabral, do PSB, como opção ‘fraca’ para...

Em Pernambuco, oposição classifica Danilo Cabral, do PSB, como opção ‘fraca’ para a disputa pelo governo

Poucos dias após o anúncio do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, de que o deputado federal Danilo Cabral (PSB) foi escolhido para disputar o Palácio do Campo das Princesas, membros da oposição pernambucana afirmam que consideram o parlamentar um candidato “fraco” para o pleito.

“(Danilo) Não é um candidato que pode ser considerado forte. Eu não quero menosprezá-lo, até porque eu tenho respeito pessoal à figura dele, mas acho que não tem trajetória. As passagens dele como secretário de Educação e como secretário das Cidades foram muito fracas e, no meu modo de ver, não mostraram as credenciais para ele colocar o seu nome como candidato a governador”, afirmou o ex-ministro da Educação e ex-governador Mendonça Filho (UB), à Rádio Marano FM.

Uma outra liderança oposicionista, que preferiu falar em reserva, chamou atenção para o fato de o deputado federal socialista, apesar de estar há décadas na política, ser pouco conhecido entre os pernambucanos. “Dos quadros que o PSB dispunha para a eleição, Danilo é um nome fraco, sem maior ressonância, sem densidade do ponto de vista político. Eu sei que ainda é cedo, mas quando ele aparece nas pesquisas, tem um desempenho modesto para alguém que está há 30 anos na vida pública. É um nome sem expressão, ainda que seja uma figura histórica do partido”, destacou.

Este adversário do PSB apontou, ainda, para o fato de que os socialistas já estão há 16 anos no poder e que, diferentemente deles, a oposição apresentará à população novos quadros como opções para a gestão estadual. “Este ano vai ficar muito claro que houve uma renovação na oposição e esse projeto do PSB, que já tem fadiga, que já é velho em si mesmo, termina sendo representado por uma figura que também é velha, ainda que não tão velha na idade”, frisou.

Na visão de outra liderança do grupo, os socialistas pecaram na escolha do seu representante mas sequer se deram conta disso, pois acham que vão vencer a disputa independentemente do player. “O PSB é tão pedante que às vezes eu acho que para ele pouco importa o nome que vai disputar. Eles acham que são imbatíveis com quem quer que disputem. Eu não subestimo nenhum candidato do PSB, pois eles têm um modus operandi que vem dando certo, de cooptar todo mundo em época de eleição. Mas a chave virou na cabeça da população, eles não são mais imbatíveis como pensam. Nenhum candidato deles seria imbatível, e Danilo vai ter muitas complicações internas e externas, a máquina vai ter que moer muito. Ele é o candidato mais previsível, do ponto de vista político, não tem nada demais”, disparou.

Até o momento, apresentam-se como pré-candidatos a governador pela oposição a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB); o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL); o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (UB); e o advogado João Arnaldo (PSOL). O ministro do Turismo, Gilson Machado, também vem sendo cotado para a disputa, embora não se coloque abertamente na condição de postulante e também possa concorrer ao Senado.

Por Renata Monteiro/JC


Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
nublado
24.6 ° C
24.6 °
24.6 °
58 %
7.2kmh
100 %
qui
29 °
sex
28 °
sáb
25 °
dom
28 °
seg
20 °

Mais Lidas