qui, 18 julho 2024
InícioDestaquesDescumprimento de medida protetiva em Jatobá, Pernambuco, resulta em prisão do suspeito

Descumprimento de medida protetiva em Jatobá, Pernambuco, resulta em prisão do suspeito

Na madrugada desta quinta-feira (29), na Avenida Recife, em Jatobá, no Sertão de Pernambuco, um evento festivo ganhou contornos sombrios quando uma mulher em situação vulnerável buscou ajuda da Polícia Militar. O incidente culminou em uma prisão por descumprimento de medida protetiva.

A Vítima e a Ameaça Persistente:

A equipe policial, em serviço na GTI-4021, foi abordada pela vítima, cuja identidade será mantida confidencial. A mulher informou que possuía uma medida protetiva contra seu ex-companheiro e estava no pátio da festa quando o suspeito fez sua presença ser sentida. Nesse momento, ele a ameaçou e danificou o retrovisor de seu veículo em um ato de agressão.

Histórico de Descumprimento:

A vítima relatou que esta não era a primeira vez que o suspeito descumpria a medida protetiva. Surpreendentemente, esse incidente representava a terceira violação do mês por parte do agressor.

A Pronta Resposta da Polícia:

Com informações cruciais em mãos, os policiais agiram imediatamente, lançando uma busca pelo local do evento. Próximo à cena do incidente, o suspeito foi localizado e contido por populares. A apreensão do suspeito revelou que ele apresentava hematomas em seu pé direito, alegadamente resultado do chute desferido contra o veículo da vítima.

Detenção do Suspeito e Desdobramentos:

Diante dos fatos e com base nas evidências disponíveis, os policiais deram voz de prisão ao suspeito, que foi conduzido, juntamente com a vítima, à delegacia de Polícia Civil de Floresta-PE, para que as medidas cabíveis fossem tomadas. A medida protetiva, que visava resguardar a integridade da vítima, havia sido descumprida de forma flagrante, resultando na detenção do agressor.

Resultado da Ocorrência:

Como desfecho deste lamentável episódio, o suspeito enfrentará as consequências de seus atos. Ele está sujeito a uma Autuação em Prisão em Flagrante Delito (APFD), e a justiça será responsável por decidir sobre seu futuro.

Este triste evento serve como um lembrete de que a violência doméstica é um problema persistente em nossa sociedade, e a aplicação efetiva das medidas protetivas é essencial para garantir a segurança das vítimas. A 4ª Companhia Independente da Polícia Militar de Pernambuco (4ª CIPM) continua a atuar incansavelmente para proteger a comunidade e combater a violência doméstica.

Que este incidente possa servir como um apelo à conscientização e à prevenção da violência contra as mulheres e reafirme a importância das medidas protetivas na luta contra esse grave problema social.

Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
nuvens quebradas
21.6 ° C
21.6 °
21.6 °
94 %
4.6kmh
66 %
qui
29 °
sex
29 °
sáb
26 °
dom
30 °
seg
24 °

Mais Lidas