seg, 4 março 2024
InícioDestaquesCentro de Operações de Emergência monitora casos para combater avanço da Dengue...

Centro de Operações de Emergência monitora casos para combater avanço da Dengue em Pernambuco

O Ministério da Saúde instalou um Centro de Operações de Emergência (COE Dengue). O anúncio foi feito pela ministra Nísia Trindade durante a abertura da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), em Brasília (DF), na última quinta-feira (1º).

Em meio ao aumento de casos de dengue no Brasil, o objetivo da força-tarefa é ampliar e agilizar a organização de estratégias de vigilância das arboviroses, transmitidas pelo Aedes aegypti. O Centro de Operações de Emergência, segundo informou o ministério, também vai monitorar casos de dengue em Pernambuco.

No Estado, segundo boletim com dados de janeiro deste ano da Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE), o número de casos prováveis por dengue cresceu 57,5%, em relação ao registrado no mesmo período em 2023.

O Estado totaliza 512 casos prováveis de dengue (confirmações + registros em investigações), com taxa de incidência de 5,7 casos prováveis a cada 100 mil habitantes. Do total, 55 registros já tiveram confirmação de infecção pelo vírus da dengue.

A importância dos agentes de endemias no combate à dengue

O Aedes aegypti utiliza todo o tipo de recipiente capaz de acumular água para depositar seus ovos. Alguns são conhecidos: garrafas e embalagens descartáveis, latas, vasos de plantas, pneus e plásticos.

Mas há lugares que, muitas vezes, o mosquito utiliza para se reproduzir e que são desconhecidos das pessoas. É aí que entra o trabalho dos agentes de combate às endemias. Em Pernambuco, 5.195 agentes estão atuantes na força-tarefa contra a dengue.

“Esses profissionais que atuam na linha de frente de combate ao mosquito são treinados e capacitados para detectar riscos de vetores para os próprios residentes e para a comunidade. Eles orientam as famílias e visitam as casas uma a uma. Ninguém quer que a residência seja um local de risco. Por isso, é importante abrir as portas para esse serviço de proteção”, ressalta a secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente, Ethel Maciel.

Pessoas com doenças crônicas, gestantes, crianças menores de 2 anos e idosos acima de 65 anos são mais suscetíveis às complicações da Dengue, Chikungunya e Zika. Para esse grupo, os cuidados de combate ao mosquito devem ser redobrados:

manter a caixa d’água bem fechada;
guardar pneus em locais cobertos;
limpar bem as calhas de casa;
amarrar bem sacos de lixo;
não acumular entulho;
esvaziar garrafas PET, potes e vasos;
colocar areia nos vasos de planta.

Via PE Notícias

Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
céu pouco nublado
28.6 ° C
28.6 °
28.6 °
50 %
3.1kmh
11 %
seg
33 °
ter
34 °
qua
36 °
qui
31 °
sex
33 °

Mais Lidas