qui, 18 julho 2024
InícioCaraibeiras-PEConselho Tutelar e Polícia Militar são acionados em caso de suposta venda...

Conselho Tutelar e Polícia Militar são acionados em caso de suposta venda de criança em Petrolândia, no Sertão de Pernambuco

Nesta quinta-feira (7), uma ocorrência chocante e perturbadora abalou a tranquilidade da cidade de Petrolândia, no Sertão de Pernambuco. O incidente começou quando a equipe policial da 4ª CIPM, especificamente a GT 4011 (Operação Polígono), realizava um patrulhamento ostensivo de rotina. Durante o patrulhamento, a central da 4ª CIPM recebeu um chamado que mudaria o curso dos acontecimentos naquele dia.

As conselheiras tutelares Josuenai, de Petrolândia, e Maria Sileide, do Distrito de Caraibeiras em Tacaratu-PE, entraram em contato com a central, solicitando apoio da polícia em uma denúncia grave. As conselheiras relataram que duas senhoras, identificadas como Adriana e Ivânia, ambas do Distrito de Caraibeiras, haviam feito uma denúncia preocupante. Segundo elas, uma mulher chamada Kessia Milena havia vendido uma criança recém-nascida a um casal chamado Joselita e Marinaldo.

A história era ainda mais perturbadora porque, aparentemente, Kessia já havia prometido doar a criança para Adriana e Ivânia. Essas senhoras afirmaram que haviam custeado todas as despesas de Kessia durante o período de gravidez, incluindo cuidados médicos e despesas pessoais, acreditando que a criança seria entregue a elas de acordo com o acordo previamente estabelecido.

Diante dessa denúncia grave, a polícia prontamente se dirigiu ao local para apurar os fatos e tomar as medidas necessárias. Todas as partes envolvidas foram conduzidas à delegacia local em Petrolândia e, em seguida, encaminhadas para a delegacia de plantão na cidade de Floresta, onde a investigação seria aprofundada e as providências cabíveis seriam tomadas.

Essa ocorrência chocante resultou na abertura de um inquérito por portaria, uma vez que a situação exigia uma investigação minuciosa e diligente para esclarecer todos os detalhes e determinar a veracidade dos fatos.

É importante ressaltar que a polícia e as autoridades competentes levam denúncias desse tipo muito a sério, pois envolvem a proteção de uma criança indefesa e a integridade das pessoas. O trabalho das conselheiras tutelares foi fundamental para que essa situação fosse trazida à tona e para garantir que a justiça fosse feita.

Qualquer cidadão que tenha conhecimento de situações semelhantes ou de qualquer abuso infantil deve denunciar imediatamente às autoridades locais ou ao serviço de denúncia 190, a fim de garantir a segurança e o bem-estar das crianças e a aplicação da lei.

A Polícia Militar de Pernambuco, por meio da 4ª CIPM – Companhia Ten PM Cirilo de Sousa Araújo, reitera seu compromisso com a proteção dos direitos das crianças e com o combate a qualquer forma de violência e exploração infantil.

Resultado da Ocorrência:

Abertura de Inquérito por Portaria

Contato de Denúncia:

Disk Denúncia: 190

Juntos, podemos trabalhar para criar um ambiente seguro e protetor para todas as crianças, garantindo que seus direitos sejam respeitados e que elas cresçam em um ambiente saudável e amoroso.

Por Redação | Informações: Seção de Comunicação da 4ª CIPM

Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tempo Hoje

Petrolândia
nuvens quebradas
20.6 ° C
20.6 °
20.6 °
95 %
3.7kmh
62 %
qui
30 °
sex
28 °
sáb
29 °
dom
28 °
seg
29 °

Mais Lidas